terça-feira, 10 de março de 2009

Deixe que o amor se vá

Eu consigo viver sem poder te olhar
Consigo até dizer sem ter o que falar
Poderei ate esquecer da minha própria vida
Sem medir as conseqüências me empolguei com o mar

Não posso brincar de te amar
Quero viver ao teu lado
Quanto tempo mais vou agüentar
Sem poder te ter, sem poder me dar.

Sem que pudesse ter qualquer medida
Deixei meu caráter se esvair
Parei para poder ver o por do sol
Deitei na rede pra ter minha mente invadida.

Não posso deixar de viver
Meu mundo pequeno e inexpressível
Quero tornar tudo mais delicado
Para terminar com isso, o mais tardio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Calendário