quarta-feira, 18 de março de 2009

Mera emoção

Remessa a você
O cansaço que bateu
Vestígios da tristeza
Amargou, me usou, doeu.

Meu amor doentio
Fere, machuca, destrói
Quando era assim comigo
Achava-me tal herói.

Por saber distinguir
A real face da ilusão
Amontoei no canto esquerdo
Toda minha afeição

Ao invés de abrir com a mão
Enfiou uma faca rasgando ao meio
E o que construímos nesse tempo
Fez dele, mera emoção.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Calendário